O turismo gastronómico consiste num segmento de mercado em crescimento que permite desenvolver destinos turísticos competitivos. Enquanto área abrangente, traduz-se em viagens a locais específicos com o propósito de estabelecer um sentido de pertença onde a qualidade da experiência relacionada com a gastronomia é o mais importante.

sro4

O projeto desenvolvido na região Oeste de Portugal, com a duração de um ano (maio de 2010 a maio de 2011), a fim de compreender o papel que o turismo gastronómico desempenha para a diferenciação do destino, avaliar a perceção dos agentes turísticos locais, traçar o perfil do turista gastronómico do Pólo Turístico do Oeste, e identificar as suas práticas-chave.

Em termos de metodologia, foi utilizado o estudo de caso, com trabalho de campo, de onde resultaram 863 inquéritos por questionário do lado da procura e 92 inquéritos por questionário do lado da oferta. As conclusões do projeto revelaram que a gastronomia pode efetivamente ser um fator importante como atração primária, bem como secundária; e que, embora os agentes locais estejam cientes da sua importância, a inexistência de um produto organizado, resulta na predominância de visitantes e não de turistas.

 

Resultados do projecto:

Food tourism in the touristic development Pole of the Western Region – Portugal

Palavras-chave: Turismo, comportamento do consumidor, gastronomia, turismo gastronómico, Pólo Turístico do Oeste;

Período de execução do Projeto: 2010-2011

Coordenador: Simão Pedro Ravara de Oliveira

Equipa: Anabela Almeida,  Paula Cabral, Cátia Ferreira, Graça Ezequiel, Ana Malheiros, Filipe Rodrigues.

Parceiros: Universidad de Córdoba (Espanha)

Financiamento: 25880€
Instituto Politécnico de Leiria